10 Dicas para seu filho dormir melhor

10 dicas para fazer seu filho dormir melhor

Para seu filho dormir melhor existem técnicas eficazes, como já preparar seu quarto com luminosidade mais fraca

Nos primeiros meses de vida do bebê, a hora do sono é tão importante quanto o momento da amamentação. Portanto, criar uma rotina para seu filho dormir melhor é fundamental para sua formação.

Dicas Para o filho dormir melhor

De acordo com o National Sleep Foundation (Fundação Nacional do Sono), uma boa noite sono para seu filho estimula o desenvolvimento intelectual, além de auxiliar na liberação do hormônio do crescimento. A fundação afirma também que uma criança descansada apresenta uma melhor qualidade de vida.

Vale ressaltar que dormir mal na infância é algo que é considerado normal. Porém, é necessário saber identificar o que impossibilita seu filho de dormir melhor. Entre os fatores limitantes estão: ambiente muito barulhento e falta de rotina. Confira abaixo algumas dicas de como melhorar o sono da criança.

1 – Criar uma rotina

Estabelecer práticas diárias para ter um bom sono são fundamentais até induzir o total relaxamento da criança.

Além disso, deve-se respeitar a faixa-etária. Por exemplo, para um bebê, pode-se oferecer leite, um banho quentinho, reduzir as luzes e até mesmo embalá-lo em uma canção de ninar. Já para as crianças maiores, crie uma sequência de ações para ela realizar antes de dormir, como: escovar os dentes, trocar de roupa, apagar as luzes e ouvir uma história deitadinha, que pode induzi-la ao sono.

É importante também ter um ambiente organizado e tarefas realizadas em horários parecidos. Com isso, a criança sente mais segurança e consegue assimilar o que fará após concluir cada tarefa.

2 – Dormir na própria cama

Mesmo que divida o quarto com os pais, é fundamental que a criança durma em sua própria cama, ou no berço, se ainda for um bebê. Isso evita um excesso de proteção e que a criança se torne um adulto inseguro, podendo ter dificuldades de se relacionar com outras pessoas.

3 – Ambiente adequado

Criar um ambiente tranquilo, silencioso e escuro é fundamental para seu filho dormir melhor. Ou seja, nada de ambientes barulhentos e muito iluminados. Isso pode interferir a produção de hormônios (cortisol e melatonina), o que causa a sensação de cansaço pela manhã.

4 – Dormir cedo

O principal pico de liberação do hormônio do crescimento ocorre por volta da meia-noite. Portanto, as crianças já devem estar dormindo neste horário. Com isso, não adianta ter 8 horas de sono e não desfrutar da ação dos hormônios. Sendo assim, o mais saudável e recomendável é que a criança vá para a cama por volta das 20 horas para ter um sono reparador e revigorante.

5 – Distrações

Duas horas antes da criança dormir, evite sons barulhentos, uso de celular, luzes fortes. Isso tudo pode impedir a produção adequada de melatonina, o hormônio responsável por avisar o corpo que já é hora de dormir.

6 – Horas de sono

Respeitar a faixa-etária é essencial. No começo da vida é normal dormir 16 horas por dia ou um pouco mais. Do 1 aos 5 anos, o recomendável é de 13 a 14 horas por dia. Na fase pré-escolar, 11 horas. Já na adolescência e fase adulta, este número cai para 10 e 8 horas em média.

7 – Melhor posição para dormir

Estudos mais recentes da Academia Americana de Pediatria apontam que os bebês devem dormir de barriga para cima, no berço. A partir de 1 ano de idade, há uma orientação que a criança pode dormir de lado com um travesseirinho bem macio, e que possa oferecer apoio e conforto para a cabeça. Porém, sem prejudicar a sua coluna.

8 – Escolha do travesseiro

Ao nascer, o pescoço do bebê ainda é muito pequeno e a sua cabeça é muito maior em comparação com o resto do corpo. Com isso, não é preciso o uso do travesseiro. Mas a partir dos seis meses já é possível introduzir um travesseirinho baixinho e macio, apenas para apoiar a cabeça e evitar deformações. Com 1 ano, a criança apresenta ombros mais largos que a cabeça e deve utilizar um travesseiro um pouco mais alto, para deixar a coluna alinhada.

Quando estão na fase de sair do berço e dormir numa caminha, podem passar a dormir de lado, e o travesseiro deve preencher completamente o espaço entre sua cabeça e o colchão.

Para saber a hora de trocar o travesseiro por um mais alto, observe a postura de seu filho. Se o pescoço está inclinado para baixo, é hora de substituí-lo por outro.

9 – Cuidado com as sonecas

Administre as sonecas de seu filho de forma que não o prejudique. Então, evite sonecas das 16h às 18h. Mantenha uma rotina que permita descansos em horários estratégicos, que não afetem a qualidade do sono principal.

10 – Alimentação saudável

Sirva o jantar de seu filho duas horas antes de ir para a cama. Priorize alimentos nutritivos e de fácil digestão. Mas se ele tiver fome ainda, faça lanches leves, como uma fruta. Ela não deve ir dormir com fome, e nem ingerir quantidades que geram desconfortos intestinais.

Foto: Reprodução/DepositPhotos

Atendimento Belly Home
Enviar via WhatsApp