Como escolher a escolinha ideal para seu filho

escolinha

Frio na barriga. Esse é o sentimento que define o fim da licença maternidade e a volta para o trabalho para a maioria das novas mamães. E não apenas por voltar à velha rotina, mas por ter de deixar o bebê em uma escolinha, um ambiente novo, com pessoas desconhecidas e, claro, longe de você.

É totalmente compreensível você se sentir insegura nessa fase. Mas saiba que existem ótimas escolinhas, onde seu filho será bem cuidado, aprenderá a se socializar, a dividir e a brincar. Ou seja, o saldo da experiência será positivo.

Escolhendo a escolinha para o bebê

  1. Defina o que deseja para a escola do seu filho

Coloque tudo no papel: como é o espaço físico sonhado? E os professores? E quais atividades você acha que a escolinha precisa ter? E a alimentação, é preparada no local ou é industrializada? A cada visita, faça as perguntas que julgar cabíveis. Isso facilita eliminar escolas que não têm a ver com seu estilo de vida.

  1. Analise a filosofia da escola

Procure por algo que tem a ver com o que você acredita. Por exemplo, se você não é religiosa, por que colocar seu bebê em uma escolinha religiosa?

  1. Visite várias escolas

Visite todas as escolas que sentir vontade. E, se precisar levar a vó, o pai, a tia, a madrinha, não tenha vergonha. Peça opinião para suas amigas. E só tome a decisão final quando estiver 100% segura.

  1. Conheça outros pais de alunos

Vá até a escola no horário de saída das crianças e converse com os pais. Questione-os sobre alimentação, método de ensino e tudo mais que quiser.

  1. Obrigações da escolinha

Nessa fase, a escolinha ou berçário possuem muitas obrigações que vão além de entreter a criança durante o dia e prezar pelo desenvolvimento social delas. Elas são responsáveis também pela alimentação e higiene dos pequenos. Por isso, em sua visita questione-as sobre essas tarefas.

  1. Custo-benefício

Saiba que nem sempre a escola mais cara é a melhor. Inclusive, existem escolinhas públicas bastante elogiadas por sua qualidade pedagógica.

  1. Horários que se adaptam a você

Verifique sempre os horários de entrada e saída da criança. Se um dia você se atrasar, como a escola procederá? Algumas cobram hora extra, outras não aceitam atrasos de jeito nenhum. Assim, escolha também baseando-se na sua rotina e necessidades.