Cuidados com o bebê quando ele começar a engatinhar

Quando o bebê começa a engatinhar

A partir dos oito meses de idade, os bebês podem começar a engatinhar. E, de um ambiente seguro, a casa passa a ser um mundo a ser desbravado. Assim, oferece alguns riscos ao bebê. Quinas, degraus e até potinhos de comida do cachorro precisam ser protegidos.

Mas quando você acha que o ambiente já está seguro, eles aprendem a ficar de pé, tendo acesso também aos objetos que antes estavam fora de alcance, como móveis, enfeites e outros.

Sim, sua casa vai precisar de adaptações quando essa fase começar! Confira as principais delas:

Hora do banho

Assim como antes de o bebê engatinhar, você não pode deixar ele nem por um segundo sem supervisão na banheira.

Pode ser necessário também colar fitas antiderrapantes no fundo da banheira, para que o bebê não escorregue.

Cozinha

É importante travar as gavetas com prendedores específicos. Cuidado também com alimentos quentes – não deixe-os na borda da mesa ou da pia.

Os cabos de panelas devem estar virados para dentro e você jamais deve cozinhar com o bebê no colo.

Berço

Se você ainda não abaixou a altura do estrado do berço, é hora de abaixar. Com o bebê ficando em pé, ele pode escalar e cair do berço em alguns segundos sem supervisão. Ah, as grades do berço também precisam estar sempre erguidas e travadas.

Portas e portões

Instale portõezinhos na escada, na entrada da cozinha ou de outros ambientes que não quiser que o bebê acesse.

Nas portas, coloque protetores de espuma para evitar que elas batam e prendam o dedo da criança.

Eletricidade

Proteja as tomadas e cubra os fios ou esconda-os atrás dos móveis. Todos os equipamentos domésticos devem ser desligados da tomada, hein?

Evite quedas

As janelas e varandas devem ter tela de proteção, sem exceção. E, se sua escada for vazada (com vãos superiores a 10 cm), instale telas nela também.

Na hora de passear com o bebê no carrinho, sempre prenda o cinto de segurança nele.

Móveis

As quinas dos móveis e mesas precisam ser protegidas – e as gavetas sempre travadas. O mesmo vale para quinas pontudas das paredes. Cuidado com os parafusos à mostra.

Por fim, os vasos sanitários também precisam ser travados, pois as crianças menores podem se afogar até mesmo se caírem dentro deles.

Já sabe: com os pequenos, todo cuidado é pouco! 😉