Cuidados especiais com bebê prematuros

bebe-prematuro

O novo membro da família chega e com ele surgem descobertas e também algumas preocupações, no caso dos bebês prematuros – que nascem antes da 37ª semana de gestação – a atenção e os cuidados precisam ser redobrados. O nascimento de um bebê prematuro indica que ele precisa passar um período em uma UTI (Unidade de Tratamento Itensivo) neonatal, que pode variar entre dias e meses, por consequência, esse momento também é marcado pela separação entre os pais e o bebê, o que pode influenciar na criação dos vínculos afetivos.

Para lidar com esse problema, alguns hospitais aplicam o método canguru, que consiste em deixar o bebê o maior tempo possível em contato com a pele da mamãe e do papai, a sua aplicação vai depender do estado de saúde da criança e da autorização do médico. A criação desse vínculo é um elemento importante na estimulação sensorial do recém-nascido, que recebe uma oferta maior de leite materno e auxílio no controle da sua temperatura.

Nesse período, o aleitamento materno também requer atenção especial, pois, o bebê prematuro ainda não possui a força necessária para se alimentar e o seu sistema digestivo não está totalmente desenvolvido. Apesar dessas limitações, o prematuro deve ser alimentado com o leite materno, especialmente por causa dos seus nutrientes que auxiliam na diminuição dos riscos de infecções e contribuem para o aumento de peso do bebê. Nessa fase, as mamães devem fazer o bombeamento do leite paa estimular a sua produção, para que no futuro, ela possa alimentar o seu pequeno da maneira tradicional.

Os papais também precisam ficar atentos a temperatura do bebê prematuro, que costuma ser mais baixa do que a dos bebês que nasceram de nove meses. Essa queda acontece porque os prematuros não possuem o desenvolvimento completo dos pelos do corpo, além disso, o seu sistema nervoso central, que atua diretamente nesse controle, não está completamente desenvolvido. Por isso, na hora de vestir o seu bebê redobre o cuidado quando for agasalhá-lo, evitando exageros para não aumentar a sua temperatura.

Na hora da soneca é indicado colocar o bebê para dormir de barriguinha para cima, o sistema respiratório do prematuro também não está totalmente desenvolvido, o que aumentam os riscos de problemas como o refluxo. Além disso, nas primeiras noites de sono longe da UTI neonatal, os papais devem redobrar as vigias noturnas para evitar qualquer problema.

A presença dos pais é indispensável, mas também é importante evitar muitas visitas em casa, ou no hospital, pois o prematuro ainda possui deficiências imunológicas. Não tenha receio de controlar o tempo de contato entre o bebê e o visitante, especialmente aqueles que apresentarem gripes ou outros quadros contagiosos.

Para escutar a tão esperada notícia da alta e levar o seu bebezinho para casa, muito fatores precisam ser respeitados pelos pais e pela equipe médica. O controle da respiração, da temperatura e a estabilização dos seus batimentos cardíacos, especialmente quando o bebê estiver fora da incubadora neonatal. Além disso, serão realizados exames auditivos, controle do peso e testes para comprovar a possibilidade de alimentar o bebê pelo peito, mamadeira, gavagem – alimentação através de um tubo inserido no estômago do bebê –, ou através da combinação de um ou mais métodos.

Em casa procure ter uma pasta para organizar exames, prontuários e outros controles que vão te ajudar no acompanhamento futuro do seu bebê. Os papais, ou cuidadores, devem seguir todos as orientações da equipe médica que acompanhou a estadia do bebê na maternidade. O prematuro também costuma dormir mais, então os membros da família devem se esforçar para estimular o seu envolvimento afetivo, além de manter a casa arejada e não deixar ninguém fumar em nenhum cômodo.

Além de todos os cuidados na organização da rotina do bebê, não se esqueça de cuidar de si mesma, peça ajuda aos familiares, amigos ou de uma babá, sempre que tiver um tempinho tire uma soneca e quando surgir qualquer dúvida não tenha receio de pedir ajuda a um especialista. Todas essas dicas, cuidados e precauções não vão mudar a alegria que é ter esse milagre na família e o mais importante é não se esquecer de aproveitar cada momento ao lado do seu bebê.

Atendimento Belly Home
Enviar via WhatsApp