Dicas para viajar com o bebê

Viajar com o bebê

Finalmente chegam as tão esperadas férias e tudo o que você deseja é descansar com sombra e água fresca. Antes da gravidez bastava arrumar as malas com roupas e voilá, pé na estrada. Com o pequeno, o planejamento deve ser detalhado, por isso, separamos dicas para te ajudar a viajar com o bebê.

Fique calma, algumas dicas simples ajudam muito os papais de primeira viagem a fazerem uma viagem deliciosa com seus pequenos.

Qual a idade ideal para viajar com o bebê?

Idade ideal para viajar com o bebê

Bebês com mais de três meses já estão mais adaptados à nova rotina, vocês estão mais íntimos e já se entendem melhor. A partir dessa idade, fica mais fácil planejar tudo e evitar imprevistos durante a viagem. Sempre consulte o pediatra antes de viajar com o bebê, afinal, cada pequeno é único e tem desenvolvimentos diferentes.

Tempo de viagem e meios de transporte

Todo início é mais difícil, portanto, é importante começar aos poucos. Prefira viagens mais curtas como finais de semana ou feriados prolongados. Fique atenta, no caso de feriados prolongados, aos congestionamentos, filas e hotéis lotados, que são características muito comuns destas datas.

Sobre locomoção, as viagens de carro tendem a serem mais comuns. O pequena geralmente está acostumado ao veículo e não estranha a movimentação. Primeiro de tudo, segurança é o fator mais importante. Faça revisões no carro e em sua cadeirinha antes de viajar com o bebê.

Além da mala principal, leve uma pequena mala com itens básicos que você pode precisar durante a viagem como: fraldinhas, trocas de roupa, um lanche, remédios, protetor solar, repelente e água. Considere paradas a cada três horas, pois, é ilusão pensar que o bebê ficará quietinho depois desse longo período.

Nunca tire o bebê da cadeirinha enquanto o carro estiver em movimento. Quando for amamentar, pare o carro, mesmo que não seja a motorista da vez.

Prefira colocar o pé na estrada em horários que o bebê esteja acostumado a dormir. Porém, cuidado com viagens noturnas, que diminuem a visibilidade e podem dar sono no motorista. Aliás, nunca viaje com sono ou depois de uma noite mal dormida.

Sabe aquele cruzeiro de 15 dias que é o seu sonho? Esqueça-o por enquanto. Este tipo de viagem isola as possibilidades mo caso do bebê ficar doente ou precisar de atendimento médico ou hospitalar. Além disso, as operadoras de cruzeiros impõem uma idade mínima para viajar com o bebê, variando de 6 meses a 1 ano.

Outro grande inconveniente de uma viagem de navio são os possíveis enjoos. Os navios mais modernos balançam muito pouco mas se o seu bebê tende a enjoar no carro, por exemplo, terá mais chances de passar mal também no navio.

Dicas para viajar com o bebê de avião

As viagens de avião podem parecer um pesadelo para muitas mães mas dá para tirar de letra. Tente encurtar ao máximo o tempo de viagem, se tiver a opção de voo direto, nem pense em economizar com escalas, realmente não vale à pena.

Leve uma mala de mão com itens essenciais para o voo como: remédios, itens de higiene, muda de roupa e comidas. Mas lembre-se, as quantidades devem se limitar para uso durante a viagem somente, o restante deve ir na mala despachada.

Dependendo do destino, algumas vacinas são exigidas, procure se informar junto à companhia aérea. Não esqueça também os documentos do bebê como: RG, ou certidão de nascimento, passaporte e carteirinha de vacinação. Fique atenta à validade do passaporte, que são mais curtas para crianças até 5 anos.

Sobre as passagens, os pequenos menores de 2 anos pagam até 10% da tarifa normal se não ocuparem um assento. Os bebês acima de 2 anos pagam a tarifa com desconto de até 50%, dependendo da companhia aérea.

Um incomodo que acontece com frequência é a dor de ouvido, por conta da pressão. Uma dica para ajudá-los neste momento é oferecer líquidos ou a chupeta, assim diminui o desconforto no ouvido.

Viajar com crianças

Independente do meio de transporte que você optar, leve sempre brinquedos para distrair o bebê, faça brincadeiras, cante. Viagens podem ser estressantes e precisamos de artifícios para manter tudo em harmonia.

O importante para que a viagem com o bebê seja tranquila é um bom planejamento. Faça checklists, roteiro e consulte amigos. Pode ser que nem tudo aconteça como o planejado, mas nunca desanime. Boa viagem!

Atendimento Belly Home
Enviar via WhatsApp