Guia para montar o quartinho do bebê

 

Para muitas mamães, a parte mais gostosa da gravidez é preparar o enxoval e o quartinho do bebê. A partir do 5º mês começam os preparativos. O ideal é se programar com antecedência para ter mais tranquilidade no final da gestação. Sabemos quantos detalhes envolvem a gravidez, e por isso, separamos dicas que podem ser muito úteis para ajudar na montagem do quartinho do bebê.

Guia para montar o quartinho do bebê

 

1 – Paredes e Piso

Com muitas opções no mercado e a ansiedade dos pais, as vezes esquecemos que o quarto do bebê deve ser um local tranquilo para o sono e o mais neutro possível, para que ele aproveite a decoração após a fase do berço.

Para o piso, o ideal é escolher um que tenha bom isolamento acústico, conforto térmico e facilidade de limpeza como os revestimentos vinílicos e pisos laminados com versões antiderrapantes.

Para as paredes, cores neutras sempre vão bem. Se você ainda não sabe o sexo do bebê vale apostar em amarelo claro, bege, cinza bem claro e gelo. É importante escolher uma tinta que seja lavável, para facilitar a vida da mamãe quando os rabiscos nas paredes começarem a surgir.

O papel de parede pode ser uma alternativa para alegrar o ambiente, mas pode ter um custo salgado. Como alternativa, há diversos adesivos no mercado que podem fazer este papel por um custo inferior.

 

2 – Iluminação

Muito mais que um detalhe, a iluminação do quartinho do bebê é muito importante para deixar o ambiente aconchegante, calmo e ajudar no sono do seu filho.

A posição da luz deve ser sempre indireta, nunca deve ser colocada em cima do berço, poltrona ou cômoda. Prefira um abajur próximo a estes móveis.

Em relação a lâmpada, as de LED são muito recomendáveis, pois não esquentam e são econômicas. O ideal é ter um mix de lâmpadas frias e quentes para balancear o ambiente.

3 – Janelas

No Brasil, país tropical, temos grande incidência de insetos voadores, principalmente os hematófagos, que se alimentam de sangue. Por isto, é importante ter telas de proteção nas janelas para evitar a entrada destes insetos.

 

As cortinas compõem a decoração do quarto e também servem como isolantes da claridade, são essenciais na soneca da tarde do bebê. Prefira as cortinas que sejam fáceis de lavar e proporcionam um controle na entrada de iluminação no quarto.

Bebê dormindo no colo de sua mãe

4 – Poltrona

As mamães vão utilizar bastante a poltrona, principalmente nos primeiros meses de vida do bebê, por isto, é importante que sejam muito confortáveis. Uma dica valiosa é revestir o tecido da poltrona com produto impermeável, desta maneira, ficarão menos propícias a manchas.

5 – Colchão e jogo de cama

A escolha do colchão, assim como para o adulto, é determinante para o bebê também. Apesar do corpo leve nos primeiros meses de vida, o colchão deve ser adequado para evitar complicações.

Primeiramente, a densidade indicada para o bebê de até três anos é o D18, sem plástico, firme e não deformável. O ideal é buscar colchões que sejam de espuma, antialérgicos, anti-ácaros e que facilitem a higienização.

Alguns colchões são feitos para reduzir problemas específicos como regurgitação, azia, engasgo e tosse, procure se informar na loja que for fazer a compra.

Para manter a vida útil do produto é indicado que o colchão seja virado uma vez por mês

Sobre os jogos de cama, prefira sempre os confeccionados 100% em algodão. O tecido facilita a transpiração da pele e diminui o risco de alergias. É bom ter pelo menos dois jogos para revezar o uso quando um estiver lavando.

Você pode comprar o enxoval para bebê coordenado, combinando itens da cama, banho e utilidades gerais como pano de boca.

Decoração de Quarto de Bebê

6 – Mobília

O básico para um quartinho funcional em relação aos móveis são: um berço, armário, um espaço para troca do bebê e uma cadeira de descanso/amamentação. Com estes móveis você terá um quartinho otimizado e perfeitamente preparado para seu filho.

Se o espaço for pequeno, opte por berços com trocador acoplado, assim você economizará um espaço valioso para uma poltrona, por exemplo.

Muitas mães preferem cômodas nos primeiros meses de vida, mas um armário pode ser muito útil para organizar também os produtos de higiene do bebê como fraldas, lenços umedecidos, remédios, entre outros.

Outra opção para o berço é escolher um modelo que vire cama, assim você prolonga a vida útil do móvel e não precisa se preocupar com caminhas quando o seu filho avançar para esta fase.

Para maior segurança dos bebês, é preciso verificar todos os vãos do berço, a fim de evitar que os bracinhos ou dedos fiquem presos nestes espaços.

7 – Decoração

Deixar o quartinho com a cara que desejamos é o melhor momento da fase de montagem do espaço. No mercado há muitas opções para todos os gostos e, para quem está com o orçamento mais apertado, muitas ideias de “Faça você mesmo”. É importante ter em mente que o quarto precisa proporcionar aconchego e tranquilidade para o bebê, por isto, quanto menos informação melhor.

Pense também que quanto mais objetos, mais poeira eles irão acumular, e com isto, dificultar a higiene do ambiente.

 

8 – Roupinhas

Todas as roupinhas devem estar devidamente preparadas para a chegada do bebê. Separe um tempo para lavar e passar as peças. É essencial que você utilize produtos específicos para bebês ou neutros, que deixam o mínimo odor possível, desta maneira, o risco de alergia é menor. Uma ótima dica para conservar a higienização das peças é guardá-las em sacos fechados a vácuo, separados por tamanho, evitando qualquer contato com o oxigênio e ambiente externo enquanto não forem utilizados.

A tentação em comprar todas as roupas para bebê que vemos por aí é grande mas vale lembrar que os bebês perdem as roupas num piscar de olhos. Ao escolher os tecidos, prefira as peças 100% algodão.

Bebê brincando no chão

9 – Espaço Brincar

Quando os bebês começam a engatinhar é imprescindível uma atenção especial quanto aos pisos e tapetes. Se o quarto do bebê tiver tamanho suficiente, você pode criar um “espaço brincar”, concentrando todos os brinquedos do bebê em um ambiente que ele pode engatinhar sem problemas.

Para este espaço, sugerimos as placas de EVA, que são montáveis e de fácil lavagem. É importante procurar uma marca confiável, que tenha matéria-prima atóxica, para garantir toda a segurança do bebê.

Atendimento Belly Home
Enviar via WhatsApp