Os tipos de introdução alimentar

Introdução alimentar

Com seis meses, além do leite materno, é necessário fazer uma introdução alimentar ao bebê. Papinhas de frutas e papinhas salgadas são as indicações dos pediatras para esse começo. Porém, elas devem ser apresentadas ao pequeno aos poucos, para garantir a adaptação do seu paladar.

Se a criança ainda estiver mamando no peito ou tomando fórmula, a papinha deve ser dada apenas 3 vezes ao dia. Caso ela já não esteja mamando, é recomendado dar a papa 5 vezes ao dia. Você também pode dar suco de frutas sem açúcar pela manhã, diariamente.

Como fazer uma boa papa de frutas?

A papa de frutas é a principal nesse começo. E seu preparo não tem segredo: basta descascar a fruta e amassá-la. Algumas mamães também preferem dar uma esquentadinha – e não tem problema nenhum fazer isso.

Se a criança recusar a fruta, espere alguns dias e tente de novo, até que o paladar dela se acostume.

Lembre-se de jamais colocar açúcar na papinha, pois as próprias frutas já são naturalmente adocicadas.

Como oferecer a papa de frutas?

O bebê precisa entender que é hora de comer. Por isso, ele precisa estar sentadinho à mesa com o resto da família. Compre uma cadeira para refeição ou assento elevatório para facilitar.

Faça isso para todas as refeições e varie sempre na fruta, para que ele não enjoe do sabor. Boas opções são: maçã, banana, mamão e morango orgânico. Você pode ainda misturar mais de uma fruta por papinha. Certamente será um sucesso!

Como fazer uma boa papa principal?

Muita gente ainda chama a papa principal de papa salgada, porém, os médicos não usam mais esse termo, pois não é preciso adicionar sal na comida dos bebês.

As receitas da papa principal serão passadas pelo pediatra e podem levar carne ou não, depende da linha de alimentação que sua família segue (vegetariana ou onívora). É muito importante que seja balanceada com os corretos grupos alimentares, como tubérculos, legumes, verduras, leguminosas e proteínas animais, se essa for a sua escolha.

No início da introdução alimentar, as papas precisam ser bem amassadinhas, quase líquidas, só que com uma textura um pouco mais grossa (como um purê).

Com nove meses, a textura já pode ser engrossada mais um pouco para que, ao completar um ano, a criança já consiga comer alimentos sem amassar.

Como oferecer a papa principal?

A papa principal, ou salgada, deve ser oferecida da mesma forma que a papa de frutas. A criança precisa estar sentada à mesa para provar as delícias do dia.

No entanto, no começo, você não precisa ser muito rígida com os horários das refeições. Respeite a vontade da criança e ofereça sempre que puder, para que ele se acostume com os novos sabores.

Nessa fase de introdução alimentar, evite brigar com a criança quando ela recusa um alimento nem a obrigue a comer até o fim. Também não dê prêmios sempre que ela comer, para não acostumá-la mal. Aos poucos, você verá que comer se tornará um prazer e não mais uma obrigação.