Benefícios do pilates para gestantes

Benefícios do pilates para gestante

Pilates para gestantes ajuda a aliviar dores nas costas e a fortalecer a região pélvica, que fica mais enfraquecida durante a gestação

Durante a gravidez, muitas gestantes sentem cansaço e dores pelo corpo. Portanto, o pilates é uma atividade física indicada para estes casos. Mas sem esquecer que ela deve ser acompanhada por um profissional e ser indicada por seu médico. Geralmente, a prática é realizada 1 ou 2 vezes por semana, durante 30 minutos ou 1 hora. Isso tudo depende do tipo de condicionamento físico que a futura mamãe já possui.

Principais benefícios do pilates para gestantes

O pilates para gestantes é um exercício amplamente recomendado pelos médicos, e que pode ser realizado desde o primeiro trimestre de gestação. Porém, ele deve ser desempenhado com cuidado para não ocasionar nenhum problema para a mãe ou para o bebê.

Entre os principais benefícios do pilates para gestantes está o fato de fortalecer e tonificar os músculos de todo o corpo. Ao ter este cuidado, a gestante também estará mais bem preparada para a hora do parto.  

Outro benefício do pilates é tonar os músculos mais fortes e firmes a ponto da gestante sentir menos dores nas costas, por exemplo. Além disso, ela começa a se movimentar com maior facilidade e ter mais disposição para desempenhar atividades diárias. E isso tudo pode auxiliar na hora da chegada de seu filho.

Exercícios específicos

Vale lembrar que o pilates para as grávidas deve conter exercícios específicos, priorizando os músculos pélvicos. Esta região costuma ficar mais enfraquecida durante a fase de gestação.

Contudo, tais exercícios também ajudam a mamãe suportar melhor o peso de sua barriga. Além de combater o inchaço e facilitar o nascimento no parto normal. E ainda reduz o risco de incontinência urinária na gestação e no período pós-parto.

Confira abaixo outros benefícios do pilates para as grávidas:

  • Combate a dor e o desconforto nas costas;
  • Maior controle sobre o peso;
  • Melhor condicionamento físico;
  • Melhora a respiração;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Maior oxigenação do bebê.

Neste link você encontra 6 exercícios de pilates para gestantes que podem ser praticados com a ajuda de um profissional. 

Benefício para os bebês

Apesar de ainda estar na barriga, o bebê consegue ficar mais calmo quando a gestante insere a prática do pilates em seu dia a dia. Isso acontece porque há uma menor concentração de cortisol na corrente sanguínea da mãe. Consequentemente, a mãe estará menos cansada e estressada, já que haverá menor quantidade do hormônio cortisol em seu corpo.

Contraindicações do pilates na gestação

Não existem contraindicações da prática do pilates por gestantes. O exercício pode ser praticado desde que a mamãe e o bebê estejam saudáveis. Além disso, o profissional que a acompanha precisa ter extensa experiência em tratar de gestantes.

Entretanto, pode haver sinais de que o pilates pode não ser a melhor atividade física para a gestante. São eles:

  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Pressão alta descontrolada;
  • Falta de ar;
  • Dor abdominal;
  • Sangramento vaginal;
  • Contrações muito fortes ou muito próximas;
  • Dor no peito.

Posicionamento do obstetra

Por fim, o obstetra deve ser informado que a gestante está praticando pilates, pois em alguns casos é mais recomendado não praticar nenhum tipo de atividade durante a gravidez. Isso inclui principalmente as gestantes que correm risco de aborto. Se as contrações forem muito frequentes, tiver sangramento vaginal ou se alguma doença for constatada, a atividade deve ser interrompida.

Entre as doenças que indicam que a gestante não pode praticar pilates ou qualquer outra atividade, estão: pré-eclampsia, doença cardíaca ou pulmonar. Nestes casos, os exercícios físicos podem comprometer o estado de saúde da mãe ou do bebê. 

Foto: Divulgação/Site Physiopilates

Atendimento Belly Home
Enviar via WhatsApp